Sacrifice

Loading...

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Acolhendo o universo!



O novo homem descende de uma linhagem integral, revela a inteligência amorosa como o nascer de uma primavera fresca, refrescante  e sempre constante.
No sagrado de si imbui-se de amor e de sabedoria que o auxiliam nas caminhadas celestes, ocultas pelas vibrações pertencentes à terceira dimensão.
Transita lentamente, mas firmemente todos os paradigmas que se encontram ainda fora das dimensões mais elevadas de si.
Organiza-se;  alinha-se aos propósitos divinos mas nunca humanos, fazendo dos propósitos humanos divinos, por amor e devoção. 
Na complexidade diária da mudança, reflecte a sua flexibilidade constante e amorosa sempre terna  para consigo e para com o universo que o acolhe, acolhendo também  assim  no amor ao seu semelhante. 
Dentro da dificuldade cerca-se dos valores crísticos, mune-se da sua luz, para que no silêncio de si possa assim trabalhar na alquimia do puro amor.
Essa alquimia, permite-lhe a toda a hora trabalhar de forma consciente e integrada no despertar das realidades supremas.
Nada está separado em si, pois ele é uno com o todo de si mesmo, entende  então que todos os seres são extensões de Deus, e Deus é extensão de si mesmo.
Por agora; resta apenas que o desejem ardentemente nos seus internos, nos vossos corações para que seja feita a vossa vontade, escutada a vossa essência.
Todos se realizarão em si, através de si, pois a luz desperta em cada realização maior, auxiliam-se mutuamente e a verdade iluminada sobrepor-se-à a pouco e pouco a ilusão material.
É importante a sua auto vigilância, e a correcção das imperfeições que tornam ainda os Seres infelizes, recorrendo à consciência positiva e paciente em cada um.
Estão fortemente acompanhados, e auxiliados nas mudanças que cada um deseja  firmemente, estão ternamente abraçados por mim onde quer que "se" pensem sós, mas nunca duvidem de vós ou de nós, em nós não existe dúvida alguma.
É com um suave toque de uma pluma que te envolvo na luz e te digo "até já", pois para mim o tempo e o espaço é eternamente eterno, infinitamente infinito, "mas aqui e agora Eu Sou"!
E aqui e agora sois amor puro!
Adonai!
Maitreya Ma.







domingo, 11 de setembro de 2011

Sagrados!



É num laço de amor que se dá o nosso encontro, num suspiro de uma gargalhada perdida pela criança que brinca sem medo no seu interno.
Vós sagrada presença que sois em mim, que nesse laço se encontra todo o cosmos do meu e do teu Ser.
Segue-me agora, abraça-me aqui, anseia-me eternamente, persegue-me sem medo, aceita-me por amor e saberás o real sabor do divino que somos, que temos para doar nessa grande chama do teu cardíaco em mim desperto.
Salta, grita, chora, pragueja, ri, mas só por um momento, neste mesmo momento aqui e agora acalma-te..
Sereniza-te em mim, numa dança átmica que sempre te esperou, és apenas um puro estado de amor, um puro estado do teu Ser, uma vontade do poder único da luz.
Acalma-te pequeno crepitar dentro do coração dos homens que buscam a luz da vida divina, a seiva do amor, a integridade perdida que o tempo e o espaço outrora  por amor se esqueceram de si.
Acorda grande chama sagrada dentro do coração dos homens, acende essa chama que flameja ardente pela eternidade das moradas da luz.
Das moradas que sois por amor à tua essência Crística e sagrada.
Desperta aqui e agora, num puro brincar da criança que acordou para feliz ser tudo o que sempre foi..
Um essência Pura!
A luz do Eu Sou.
Adoradas crianças da luz, aqui e agora somos um!
Maitreya Ma.